O ISSQN sobre atos notariais e de registro

Letícia Franco Maculan Assumpção

12/05/2015

Após a declaração de constitucionalidade da Lei Complementar nº 116/2003 pelo STF, no julgamento da ADI 3089, os Municípios começaram a cobrar o ISSQN de notários e registradores.

Tal cobrança, no entanto, envolve a discussão de diversas questões que não devem ficar sem resposta.

Pretende o presente artigo analisar tais questões, apresentado a mais recente jurisprudência sobre o tema e sugerindo a notários e registradores algumas medidas que visam a garantir a sobrevivência e a dignidade do exercício da função notarial e de registro.

  • © 2015 Colégio Registral de Minas Gerais
  • Acsiv Sistemas